Ciências da Computação, Sistemas da Informação e Engenharia da Computação

computaçãoDe acordo com o Senai, 115 mil vagas de emprego estão abertas na área de tecnologia por falta de mão de obra especializada. A economia aquecida do país e eventos como a proximidade da Copa do Mundo e das Olimpíadas aumentam ainda mais a demanda por estes profissionais. Pensando nisso, traçamos o perfil dos principais cursos de Tecnologia da Informação disponíveis no Brasil.

Confira abaixo cada um deles e boa sorte em sua escolha.

Ciências da Computação

O curso é mais focado em programação e computação. Nele, o aluno terá muito contato com estrutura de dados, algoritmos, desenvolvimento e análise de sistemas por exemplo. Normalmente, os formandos deste curso seguem carreiras ligadas ao desenvolvimento de software, segurança da informação e infraestrutura de redes. O curso tem duração média de 4 a 5 anos e a conclusão costuma exigir a criação de um programa e também um trabalho escrito sobre ele.

Sistemas da Informação

Neste curso, o aprendizado é voltado para a solução de problemas de negócios e necessidades tecnológicas, principalmente do ambiente corporativo. O aluno deste curso terá maior facilidade em lidar com o planejamento e desenvolvimento de sistemas de informação e automação de processos. Durante o curso, terá mais contato com a programação do que com softwares. A duração média do curso é de 4 anos e meio. Além das disciplinas técnicas, é o curso dos três que mais aborda  disciplinas como economia e administração, por exemplo.

Engenharia da Computação

Se comparado com Ciências da Computação e Sistemas da Informação, é o curso mais completo dos três. Especialistas dizem que o engenheiro da computação é o único capaz de criar um computador do zero passando por todas as etapas deste processo sem ter de terceirizá-lo. O aluno deste curso aprenderá desde os projetos ao desenvolvimento, chegando até a implementação de processos. O engenheiro da computação terá maior contato com hardwares do que com softwares. O curso tem duração média de 5 anos, e o aluno participa de projetos que incluem o desenvolvimento de equipamentos como chips, por exemplo.

Fonte: http://www.ceviu.com.br


FacebookGoogle+LinkedIn

Veja Também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *