Assinada ordem de serviço para o Binário do São Vicente

Foi assinada neste dia 24 de junho, a ordem de serviço para implantação do Binário do São Vicente. A obra deve transformar a dinâmica das ruas Estefano José Vanolli e Otávio Cesário Pereira, ao melhorar a fluidez no trânsito, criar espaços adequados para o uso de ciclistas e pedestres, o que deve reduzir os acidentes e incentivar o comércio. A empresa vencedora da licitação foi a Pacopedra Pavimentadora. A obra está orçada em R$ 5.743.037,42 e terá repasse de R$ 3,7 milhões do Governo do Estado.

Assinada ordem de serviço para o Binário do São Vicente

Através do sistema binário, o trânsito das ruas Estefano José Vanolli e Otávio Cesário Pereira passa a ter mão única. Na Estefano José Vanolli, o fluxo de veículos será da Avenida Adolfo Konder em direção à Ponte da Nova Brasília (sul-norte), até a altura da Rua Alice Vieira de Souza, onde o motorista fará o retorno para a Rua Otávio Cesário Pereira. A via, por sua vez, terá o fluxo de veículos vindo da Nova Brasília em direção à Avenida Adolfo Konder (norte-sul). Também sofrerá intervenção a Rua Antônio Cyrilo Dutra, principal acesso ao bairro São Vicente para quem vem do São João.

Assinada ordem de serviço para o Binário do São Vicente 1

Além das mudanças no sentido do trânsito, os passeios, estacionamentos e faixas de rolamento serão dimensionados de acordo com o alinhamento predial existente e o potencial de cada via. A Rua Otávio Cesário Pereira ficará com duas pistas de rolamento e uma faixa de estacionamento, além disso receberá calçadas adaptadas com rampa e piso podotátil, que é o piso destinado a portadores de necessidades especiais (visão).

Assinada ordem de serviço para o Binário do São Vicente 2

piso podotátil

Já a Rua Estefano José Vanolli será totalmente reurbanizada. Terá uma faixa de estacionamento, duas pistas de rolamento, ciclofaixa, bolsões para travessia de pedestre, calçada adaptada com rampa e piso podotátil, arborização, instalação de novos bancos, lixeiras, abrigos de ônibus e bicicletário.

Assinada ordem de serviço para o Binário do São Vicente 3

As duas ruas irão receber a rede coletora de esgoto e depois disso serão repavimentadas. Além disso, está prevista a instalação de semáforos nos principais cruzamentos das transversais das duas ruas.

As obras iniciam-se imediatamente, e para acelerar o processo, que tem previsão de 10 meses, o binário será executado em quatro frentes de trabalho, divididas em grandes quadras para facilitar o desvio do trânsito quando necessário.

Para elaborar o projeto do binário, a equipe técnica da Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão, em parceria com a Secretaria de Urbanismo e a Codetran, realizaram um estudo global do bairro São Vicente. O modelo que será implantado possibilita no futuro a ampliação do sistema binário também para as ruas Luís Lopes Gonzaga e Pedro Cristiano de Miranda, reorganizando também o fluxo de veículos nas principais transversais dessas vias, através de binários secundários.

Fonte: http://www.itajai.sc.gov.br


FacebookGoogle+LinkedIn

Veja Também

2 Responses

  1. ALAN CARLOS MENEGAZ disse:

    Então vamos esperar que o melhor seja feito. Que a área de estacionamento não seja menor que a já existente. Que as calçadas sejam bem projetadas assim como o esgoto para que não tenham que quebrar asfalto e calçadas para resolver problemas como tubulação obsoleta. Que os ponto de ônibus sejam bem projetados e que atendam a verdadeira necessidade da população, ou seja, que protejam da chuva e do sol forte, que tenham assentos confortáveis, e que tenham uma vida útil estendida pela qualidade do produto. Que a ciclofaixa seja bem sinalizada e que se façam campanhas de conscientização da população para que a mesma faça uso da ciclofaixa e não ande ao lado dos veículos estacionados e nem sobre as calçadas. Que limitem o tamanho dos caminhões que possam circular por estas ruas e que haja fiscalização suficiente para controlar o trânsito, os ciclistas e para proteger os lojistas e os consumidores. Que as faixas para pedestres sejam constitucionalmente bem projetadas e que não façam rampas elevadas que estão espalhadas pela cidade e que destroem os veículos. E por fim, que a população faça a sua parte, utilizando de forma correta a todas as comodidades que esta grande reforma proporcionará, bem como protejam o bem público denunciando e evitando o vandalismo. De todo modo, parabenizo pela aprovação do projeto que, na minha opinião, deveria ter sido aprovado à vários anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *