Porto de Itapoá completa três anos com 100% de ocupação

Porto de Itapoá completa três anos com 100 porcento de ocupaçãoUm dos mais modernos do mundo, o Porto de Itapoá, no Norte de SC, completa hoje três anos de atividades, já operando com quase 100% de ocupação da sua capacidade. Investe R$ 500 milhões para quadruplicar a movimentação de cargas – dos atuais 500mil TUs (contêineres de 20 pés) por ano para 2 milhões de TUs até 2016. Mas para esse moderno terminal operar plenamente e o Porto de São Francisco, seu vizinho, também receber navios maiores, o setor público precisa investir R$ 200 milhões no aprofundamento do canal da Baía da Babitonga: dos atuais 11 metros para 14 metros. A obra vai favorecer ainda berços privados e poderá acelerar o investimento no Porto de Laranjeiras, da iniciativa privada, que ainda não saiu do papel.

Segundo o presidente do Porto de Itapoá, Patrício Junior, há perda de receita de US$ 40 mil por navio pelo fato de não poder carregar além do limite permitido para navegar na profundidade de 11 metros. Os portos colaboram com a realização do projeto.

– Sabemos que o Estado está fazendo obras para os complexos portuários de Itajaí e Imbituba, que são necessárias, mas nós, no Norte, também precisamos de dragagem – disse Patrício Junior.

Lideranças do Norte solicitaram apoio ao senador Luiz Henrique e ao prefeito de Joinville, Udo Döhler, para convencer o governo de SC sobre a importância do investimento.

Logística perfeita

Com cinco portos, Santa Catarina oferece logística portuária perfeita, avalia o presidente do Porto de Itapoá, Patrício Junior. Seguindo o velho conselho de não por todos os ovos na mesma cesta, grandes empresas usam quase todos os portos.

As maiores em Itapoá são: BRF, JBS, Tupy, Whirpool, Ingredion, WEG, Braslumber, Seara, Pamplona, Incepa, Amanco, DowBrasil, Volkswagen, CNH, P&G, Marisa, Electrolux, Cooper Trading, Braskem e BMW.

Fonte: http://wp.clicrbs.com.br (Estela Benetti)


FacebookGoogle+LinkedIn

Veja Também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *